Tendências para as mídias sociais em 2014

2 de outubro de 2013
cubo-midias-sociais

Mal começou outubro, vários sites especializados e profissionais já começam a formular suas listas com as tendências para 2014. Mas não estamos criticando; afinal de contas, na internet, tudo muda e evolui rapidamente: é preciso sempre estar atento!

 

Jayson DeMers, que escreve sobre Marketing Digital em sua coluna na Forbes, divulgou uma lista com 7 tendências em mídias sociais para 2014. Vejamos o que ele pensa:

 

1 – Investimento em mídias sociais é cada vez mais necessário: O investimento nas mídias não é mais um luxo, na medida em que os empresários têm notado seu retorno real, caindo em si sobre a necessidade desse trabalho profissional. Entre os benefícios de uma boa estratégia nas redes sociais estariam o reforço e credibilidade da marca.

 

2 – Atenção ao Google+: Embora o Facebook ainda seja a rede social com mais usuários, o Google+ já desponta na segunda posição, com 343 milhões de usuários ativos. E o mais importante, ele pode ser uma peça importante no que diz respeito ao SEO, na medida em que o Google tem personalizado a navegação dos usuários – e consequentemente as buscas – como já falamos aqui no blog.

 

3 – Conteúdo visual em foco: Imagens e vídeos são muito mais compartilhados que textos. Por isso, as redes que destacam o compartilhamento de imagens, como Tumblr e Slideshare continuarão a crescer.

 

4 – Micro vídeos: O compartilhamento de pequenos vídeos em tempo real tem se consolidado. Esta aí o Vine e a funcionalidade de vídeos do Instagram que não nos deixam mentir. As empresas podem apostar nesses vídeos de poucos segundos e muito potencial para viralização.

 

5 – Declínio do Foursquare: Com as redes sociais mais usadas – como Facebook e Twitter – oferecendo também recursos baseados em localização, os usuários do Foursquare tendem a ser absorvidos e abandonarem o serviço.

 

6 – Crescimento do MySpace: Novos aplicativos e atualizações no MySpace podem fazê-lo ocupar uma fatia do mercado. Nada que consiga competir com Facebook e Twitter, mas os amantes de músicas e bandas vão “curtir isso”.

 

7 – LinkedIn fundamental no B2B:  O LinkedIn deve se tornar mais comercial ainda em 2014, firmando-se como uma fonte de procura de profissionais para contratação. Já atualizou o seu perfil?

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>