Perfis institucionais bem humorados fazem sucesso nas redes

30 de agosto de 2013
PINGUIM

Enquanto algumas marcas ainda enfrentam dificuldades em definir uma linguagem que atinja seu público nas redes sociais – ou que até crie vínculos com novos usuários – alguns perfis alcançam resultados com bom humor e uma boa dose de ousadia.

 

Um case muito comentado é o do Pinguim do Ponto Frio. As contas da marca varejista nas redes sociais são gerenciadas por seu próprio personagem símbolo, em uma comunicação informal e engraçada que garantiu R$20 milhões em vendas à empresa em 2012. O pinguim está sempre atento aos assuntos comentados nas redes, usando-os para promover vendas. O diálogo com o público é intenso. Entre outras brincadeiras, o simpático animalzinho utiliza smiles, avisa que vai almoçar suas sardinhas e manda beijo. Tática que deu certo.

pinguim_ponto_frio_sardinha

Qualquer perfil pode ser bem humorado?

 

 

Obviamente, são muitos os fatores a serem levados em conta na hora de decidir como a voz de um perfil vai se comportar nas redes sociais e nem sempre é possível ser engraçadinho como o pinguim do Ponto Frio. Ainda assim, apostar em ações pontuais que chamem atenção pelo bom humor pode gerar resultados interessantes.

 

Já imaginou o perfil de alguma força policial compartilhando memes? Pois foi isso o que aconteceu em Seattle, no estado norte-americano de Washington, há duas semanas. Nos dias 16 e 18 de agosto acontece na cidade o Hempfest, que celebra a maconha – legalizada no estado no fim do ano passado. A intenção do Departamento de Polícia de Seattle foi esclarecer pontos sobre a lei durante o festival e, para isso, promoveu uma ação off e on-line.

 

Durante e #OperationOrangeFingers a polícia distribuiu pacotes de Doritos com informações instrutivas, por vezes bem humoradas, como: “Não forneça o cigarro à menores de 21 anos” e “É permitido escutar Dark Side of The Moon em um volume razoável”.  Em entrevista ao site The Stanger, o sargento responsável pelo departamento afirmou que o fato de distribuir salgadinhos em um festival sobre a maconha já faz parte da ironia.

O Twitter da corporação fez a cobertura da ação do início ao fim, com memes e posts engraçados, mostrando que até um departamento de polícia pode utilizar o humor nas redes, desde que com planejamento e objetivo claros. A ação recebeu uma enxurrada de elogios, dentro e fora da rede. Nos poucos casos de críticas, continuou com o bom humor:

Exemplos que inspiram quem faz esse tipo de trabalho todos os dias!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>