Comerciais do Super Bowl se voltam para o digital

4 de fevereiro de 2013
bola-futebol-americano

Com a grande final do Super Bowl, a liga de futebol americano, o que também teve destaque na mídia foram as peças publicitárias transmitidas nos intervalos da vitória dos Baltimore Ravens sobre os San Francisco 49ers, em Nova Orleans.

 

Com o tempo anunciante mais caro do mundo (US$4 milhões por 30 segundos!) a aposta de várias marcas para o “show publicitário” de ontem na TV norte-americana, foi – adivinhem – as histórias multiplataformas e busca de engajamento nas redes sociais!

 

Afirmando de vez a convergência de mídias e apontando para o online, a Coca-Cola, por exemplo, deixou que os espectadores decidissem o final do comercial, votando pelo site criado especialmente para a “perseguição à Coca-Cola no deserto”.
 

 
Na votação, entre caubois, dançarinas e badlanders (bem parecidos com os do filme Mad Max), as mocinhas levaram a melhor, e o público pôde ver a conclusão da história.
 

 
Os biscoitos Oreo promoveram a discussão e uma grande confusão dentro de uma biblioteca. O assunto: o que é melhor? O biscoito ou o recheio? Tudo sussurrado porque, como se sabe, não se pode falar alto na biblioteca! O interessante é que ao final, é feito o convite para uma ação nas redes sociais: postar no Instagram a foto do preferido. E aí, biscoito ou recheio?
 

 
Não podemos deixar de mencionar a peça publicitária do Blackberry. Segundo os publicitários, é mais fácil usar os 30 segundos para mostrar o que ele NÃO pode fazer. Criativo! Veja:
 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>