A eventual denúncia de Orkutização

30 de maio de 2014
eventos blog

O Facebook é uma rede social muito viva (até por ser a mais usada atualmente) e por isso passa por momentos diferentes de tempos em tempos. São modas e tendências criadas por perfis, páginas e até pela própria rede que alteram o cotidiano de outros usuários.

 

A mania da vez na “rede do Mark” são eventos fictícios. Tudo começou com alguns eventos com uma pegada mais política, como “Festa de Despedida de Dilma Rousseff”, que aconteceria no dia das eleições deste ano. Depois, os eventos invadiram a timeline de todos (não há pra onde escapar). Eles descrevem encontros, cursos e outras situações que tem muito a ver com a cultura popular. Alguns exemplos: “Caravana para participar da plateia do Silvio Santos”, “O Retorno de Paola para a casa dos Bracho”, entre outros.

 

Os eventos receberam a alcunha de “agentes de Orkutização”. Quanto mais o Facebook muda e quanto mais cresce, é taxado de estar sofrendo um processo de Orkutização, como se a rede estivesse ficando tão ruim quanto o Orkut (que acabou afundando no próprio sucesso).

 

Denunciar esse suposto processo de degradação do Facebook é algo um tanto ingrato. Um dia, usamos o Orkut à exaustão e curtimos muito. As pessoas esquecem que as redes sociais são ferramentas das pessoas: se elas ficam ruins, é uma consequência do uso dessas pessoas. Talvez tenham até validade e dentro de algum tempo, o Facebook vai decair e uma nova rede vai aparecer.  Mas o termo “orkutizar” é bastante preconceituoso. O Facebook é mídia de massa e não hipster como já foi um dia.

 

Se os eventos fictícios são legais ou não, isso é uma questão pessoal. Como toda “modinha”, ela deve acabar logo. Alguns eventos já circulam pela rede com o intuito de acabar com essa onda (como o da imagem que ilustra este post). É só ter um pouco de paciência. Enquanto isso, é melhor e mais fácil se divertir, porque tem eventos bem engraçados. Veja alguns abaixo:

Evento 1 Evento 2 Evento 3 Evento 4

Tags:
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>